Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

D's Daily Life

D's Daily Life

19
Fev16

O melhor de ser solteira!

Alô, 

Hoje venho fazer-vos um desabafo, um desabafo critico desta sociedade que nos sufoca de amor que não tem para dar, de uma sociedade que acha que sabe tudo, mas que na realidade vive infeliz. 

Uma reunião familiar, um amigo que não vemos á muito tempo, colegas de escola que nos encontram na rua, todos eles, em algum ponto do desenvolvimento da conversa vão inevitavelmente perguntar-te: 

"Então, já tens namorado(a)?"

E todos nós já sabemos que a nossa resposta negativa irá refletir um semblante triste e de pena na outra pessoa, e uma afirmação que parece sempre igual: "oh, tu vais arranjar alguém", ou "Tu ainda vais encontrar a felicidade". Essas respostas deixam-me pessoalmente fora de mim.

A sociedade dá-nos a entender que nascemos e crescemos com o objectivo de namorar, casar e ter filhos, e que a nossa felicidade depende apenas disso. 

Talvez seja ambição, mas eu não me consigo contentar com isso. Tenho que depender de outra pessoa para ser feliz? O que é que isso reflete ácerca de mim? 

A nossa felicidade não tem nem pode depender de outra pessoa, temos que ser nós mesmos a construí-la, e se não o fizermos, nunca teremos confiança necessária para manter uma relação séria. 

Por isso quando me olham com pena ou desaprovação, tudo o que aptece responder é: 

Não, eu não namoro mas não é porque ninguém gosta de mim, ou porque não sou divertida o suficiente, ou inteligente o suficiente.

Eu não namoro porque nunca ouvi um homem dizer sobre a rapariga dos seus sonhos:

 

"Quero uma namorada que tenha planos a longo prazo, 

Que queira trabalhar e estudar ao mesmo tempo

Que não tenha medo de arricar ou de seguir os seus sonhos

Que seja confiante de si mesma

Que ainda assim tire tempo para escrever, ler, e ver filmes 

Que seja independente

Que queira viajar sozinha

Que queira viver e trabalhar um ano em Londres só pela experiência 

Que tenha amigos, que não renuncia a estar

Que prefere comer fora, porque hoje não lhe aptece cozinhar

Que não goste de rotinas

Que não goste de desporto e de ir ao ginásio para ficar toda tonificada

Que tenha objetivos próprios 

Que seja ativa"

 

Assim sendo, considero-me uma pessoa independente, alheia da sociedade conjugal, de uma concepção de mulheres inamoráveis que têm muitos mais objetivos do que crescer, namorar, casar e ter filhos, que não se importam de estar sozinhas, que gostam de aventuras e de serem independentes e que não precisam de uma segunda opinião para decidir, de uma concepção de mulheres que sabem o que querem. 

Por isso, quando as pessoas me perguntam porque estou solteira, eu poderia responder tudo isto, e acrescentar que já me esqueci de mim e me dediquei demasiado a alguém que me desiludiu, e que me fez ver que tudo o que preciso para ser feliz é de mim própria. Poderia responder tudo isso, mas prefiro resumir e dizer: "Porque não poderia ser mais feliz do que sou agora".

E enquanto assim for, não me importo de trocar um filme "romantico com a cara metade" por um filme de comédia com a minha irmã, um jantar romântico por uma francesinha com os amigos, um peluche lamechas por uma ida á primark com as amigas. 

Porque tudo o que preciso para ser feliz está exatamento dentro de mim, e ainda bem que assim o é! 

Sejam felizes!

DP

 

 

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor


wake up early. drink coffee.
work hard. be ambitious.
do well, live well and dress well.
do what u love. love what u do.
it's time to start living.

Mensagens




Comentários recentes

Calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829